18.10.14

Resenha #1 - Un Amour à Taire / Um Amor para Ocultar

"Você nunca encontrará paz até que ouça o seu coração." - George Michael
Um olá a todos que ainda andam por aqui, como estão? É, eu estive afastado do Blog, mas infelizmente a minha vida é super corrida, e como vocês já sabem, eu só postarei quando puder, e tentarei ao máximo postar o maior número de vezes possíveis.
Hoje, eu trago para vocês a Resenha de um filme incrível dirigido pelo Cristian Faure, que tem como título aqui no Brasil "Um amor para ocultar". Tive a oportunidade de assisti-lo há algum tempo atrás, mas como filme de qualidade não sai da nossa cabeça nunca, trago a resenha dele hoje para vocês. Segue a Sinopse e o trailer oficiais do filme:


SINOPSE: Durante a Segunda Guerra Mundial, Jean e Philippe arriscam suas vidas para abrigar a judia Sarah. Ela ama Jean, mas ele é homossexual e apaixonado pelo outro rapaz. Mesmo assim, os três mantêm uma relação harmoniosa, até que Jean é falsamente acusado de manter um caso com um oficial alemão.


TRAILER:

Sabe aquele típico filme de drama que te deixa com a cabeça a mil logo depois que você se depara com o final? Pronto, esse é um desses filmes. É tão incrível a forma como o autor desenvolve todos os acontecimentos deixando a história esquentar cada vez mais até que você chega ao ápice de tudo quando o filme se encaminha para o final. Ambientado em Paris no ano de 1942, além de ser um romance realmente lindo de se ver, o autor traz a proposta ousada de relatar o cruel tratamento sofrido por homossexuais e judeus na época Nazista. E foi justamente essa proposta que deixou o filme com uma pintada incrível de realismo, te prendendo a cada cena como se você mesmo pudesse sentir os sentimentos dos personagens. Indico a todos que apreciam um grande filme que não somente retrata mais uma realidade gay, mas também desenvolve em sua essência o verdadeiro valor do ser humano e acima de tudo, como eram tratadas as diferenças nessa época tão cruel intitulada "Nazismo"

ASSISTA O FILME: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário